A Secretaria Estadual de Saúde (SES), por meio da Gerência de Atenção à Saúde da Mulher, promoveu, nesta terça-feira (19.06), a capacitação “Boas Práticas no Parto e Nascimento: Uma Visão Multidisciplinar”. O evento aconteceu na sede do órgão, no bairro do Bongi. A iniciativa atende as determinações da Portaria n° 1179, publicada pelo Ministério da Saúde, que institui a Semana de Mobilização pela Saúde das Mulheres no Sistema Único de Saúde (SUS), em alusão ao 28 de maio, Dia Internacional de Luta Pela Saúde da Mulher. O tema escolhido para a primeira campanha foi mortalidade materna.

A proposta busca mobilizar os gestores, profissionais de saúde e usuárias do SUS para o desenvolvimento de ações que visam promover, proteger e dar suporte a medidas, acesso e qualidade à atenção integral à saúde das mulheres. O público inscrito foi formado por médicos, enfermeiros e demais profissionais de saúde envolvidos no parto e nascimento.

A Gerência de Atenção à Saúde da Mulher da SES realiza ações de promoção à saúde integral da mulher que fazem parte da Política de Atenção Integral à Saúde da Mulher como, a Humanização do Pré-Natal e Nascimento, Direitos Sexuais e Reprodutivos, Atenção Integral às Mulheres em Situação de Violência, Qualificação da Assistência à Gestação de Alto Risco, implantação de Comitês Regionais de Estudos da Mortalidade Materna e do fortalecimento do Programa Estadual de Parteiras Tradicionais, Controle do Câncer do Colo do Útero e Mama.

“Além das estratégias que desenvolvemos a partir das ações de âmbito nacional, buscamos sistematizar e institucionalizar um modelo de atenção e ampliar a rede de cuidados, assegurando às mulheres o direito de se ter um planejamento reprodutivo e atenção humanizada durante a gravidez, o parto e o período de puerpério, bem como à criança, o direito ao nascimento seguro e crescimento saudável”, afirmou a gerente de Atenção à Saúde da Mulher, Letícia Katz.