Seguindo o cronograma de planejamento integrado das áreas, a Diretoria de Políticas Estratégicas (DPE) da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) inicia, nesta segunda-feira (14.10), o DPE Itinerante - Caminhos de Formação, projeto que busca fomentar a mudança no processo de trabalho das equipes que atuam na atenção primária dos municípios pernambucanos. A primeira região a ser contemplada com a iniciativa é a II Gerência Regional de Saúde (Geres). Até esta terça-feira (15.10), a capacitação ocorrerá no município de Limoeiro, sede da II Geres. Nos dias 23.10 e 24.10, a formação acontecerá em Surubim. Fechando a rodada de treinamentos na II Gerência, o município de Carpina receberá, nos dias 29.10 e 30.10, o DPE Itinerante. A expectativa é capacitar cerca de 300 trabalhadores da região.

Neste primeiro momento, a formação permanente em saúde abordará o tema “As Subjetividades na Gestação”, com tópicos relevantes sobre o primeiro eixo do cuidado da Saúde da Criança e do Adolescente: o pré-natal. “O objetivo principal é discutir as mudanças que devem ser implementadas na assistência à saúde no processo de pré-natal, visando a qualificação do trabalho desenvolvido pelas equipes da atenção primária. A formação é baseada numa metodologia ativa de ensino, com discussões em grupo, explanação de casos biopsicossociais e dinâmicas interativas com as equipes”, pontua a diretora-geral de Políticas Estratégicas da SES-PE, Mayra Ramos.

As cinco linhas de cuidado no âmbito da Saúde da Criança e do Adolescente são: pré-natal, parto e nascimento, puericultura, pré-escolar e escolar, adolescência. Vale destacar que todas as Regiões de Saúde serão beneficiadas com o DPE Itinerante. “Todas as Gerências receberão as formações continuadas sobre as linhas de cuidados integrais, que não serão trabalhadas, também, de forma isolada. A ideia é decidir, ao longo das discussões, como se dará a continuidade do projeto”, reforça. 

Realizada no período de dois dias para cada turma, a formação, somadas a atividades de dispersão, tem carga horária de 20h. A certificação do curso será emitida pela Escola de Governo em Saúde Pública de Pernambuco (ESPPE), responsável pelo apoio técnico pedagógico na construção da metodologia da formação.

No público-alvo dos treinamentos estão os profissionais das Equipes de Saúde da Família (Médicos, Enfermeiros e Técnicos/Auxiliares de enfermagem, Agentes Comunitários de Saúde, Cirurgiões Dentistas e Técnicos/Auxiliares em Saúde Bucal); profissionais das Equipes de Saúde da Família no Sistema Prisional (EAPB); profissionais do Núcleo de Atenção à Saúde da Família (Nasf); profissionais da Academia da Saúde; profissionais do Canto Mãe Coruja e coordenadores de Atenção à Saúde e/ou Atenção Básica dos municípios. 

O curso é resultado dos três encontros estratégicos de planejamento em saúde realizados no primeiro semestre de 2019, realizados pela Diretoria de Políticas Estratégicas em parceria com a Superintendência de Atenção Primária à Saúde, o Programa Mãe Coruja Pernambucana e a Secretaria Executiva de Vigilância em Saúde (SEVS). As atividades visam, principalmente, estimular a reflexão sobre a construção integrada do planejamento, culminando na elaboração de um Plano Integrado para este ano.