Na última quarta-feira (19/12) o Hospital Otávio de Freitas (HOF), localizado em Tejipió, no Recife, lançou um importante capítulo para a qualificação da assistência ao usuário do SUS em Pernambuco. A unidade apresentou o seu próprio regimento interno de enfermagem, documento que tem a finalidade de subsidiar e organizar o atendimento no HOF, referência estadual no tratamento de doenças respiratórias e em traumato-ortopedia. 

Elaborado pela Superintendência de Enfermagem do hospital e aprovado pelo Colegiado de Supervisores, composto por gestores de diversos setores do HOF, o regimento interno dispõe de dez capítulos com informações relevantes sobre o tema, como histórico, missão e valores; atribuições e competências dos serviços; composição e organização dos atendimentos. "O profissional que sabe das suas atribuições e competências poderá oferecer uma assistência de qualidade ao paciente. Essa é uma das finalidades do regimento: qualificar o atendimento, trazendo, assim, um cuidado mais humano aos pacientes e seus familiares", pontua a superintendente de Enfermagem do Hospital Otávio de Freitas, Lauana Moraes. 

Além de ser entregue durante a solEnidade de lançamento para todos os supervisores, o regimento interno está disponível em todos os computadores institucionais da unidade. Dessa forma, todos os colaboradores têm acesso ao documento. "A partir de fevereiro de 2019, quando todos os colaboradores terão tido tempo hábil de ler o documento, os supervisores terão respaldo para cobrar o seguimento das normativas. Caso alguma das regras seja infringida, haverá repercussão negativa, com punições de ordem ética e administrativa", pontua Lauana. 

Atualmente, quase 1,3 mil profissionais, entre enfermeiros e técnicos de enfermagem, fazem parte do quadro de funcionários do Hospital Otávio de Freitas. Além das emergências, a unidade conta com ambulatórios em várias especialidades, como urologia, dermatologia e pneumologia.