O Governo de Pernambuco prioriza o cuidado a saúde da população, e, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES), atua em estratégias de prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. Nesta quarta-feira (11.10), o Hospital Barão de Lucena (HBL), no Recife, realizou encontro com profissionais da unidade para abordar a temática, que todo mês de outubro é foco de campanha nacional, uma forma de alertar para o surgimento de novos casos.

No encontro, o chefe do setor de mastologia, Darley Ferreira explanou sobre a importância de buscar ajuda profissional assim que a suspeita apareça.  “É de suma importância frisar que toda mulher deve criar o hábito de fazer o autoexame, seja ele no momento do banho ou ao deitar, e assim que notar alguma alteração na mama, benigna ou maligna, deve-se procurar ajuda. O diagnóstico precoce é primordial para o tratamento”, afirmou Darley Ferreira.

Entre as características citadas pelo profissional e que devem ser observadas são as seguintes: tumor ou nódulo endurecido; feridas ou alteração do complexo areolo papilar; linfonodos endurecidos, estes podem aparecer embaixo do braço; fixação do tumor na parede torácica e o aparecimento de secreções com sangue, espontânea e uniductal. 

Uma vez identificada alguma anormalidade, a porta de entrada para qualquer tipo de atendimento é o posto de saúde ou Estratégia de Saúde da Família (ESF). Surgindo alguma suspeita, a unidade irá fazer o encaminhamento para o serviço de referência. No Estado, o tratamento de câncer é realizado nas Unidades de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON) e nos Centros de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (CACON). As unidades de referência são:

- HOSPITAL DAS CLÍNICAS

- HOSPITAL BARÃO DE LUCENA

- HOSPITAL UNIVERSITÁRIO OSWALDO CRUZ

- HOSPITAL DO CÂNCER

- HOSPITAL REGIONAL DO AGRESTE (CARUARU)

- DOM MALAN (PETROLINA)

- IMIP (É O ÚNICO CACON EM PERNAMBUCO)