A Coordenação de Saúde Bucal da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) promoveu esta semana, entre a última segunda e essa quinta-feira (06.05 a 09.05) em parceria com o Conselho Regional de Odontologia de Pernambuco (CRO-PE), a Caravana Itinerante da Saúde Bucal em municípios da I, II e XII Gerência Regional de Saúde (Geres).  O grupo realizou, com os gestores de saúde bucal e profissionais da área, oficinas sobre atendimento odontológico a pessoas com deficiência e pacientes com necessidades especiais, com destaque para a promoção da equidade com inclusão das populações vulneráveis. A caravana também levou para os moradores das cidades participantes ações de promoção à saúde, com orientações importantes sobre saúde bucal. 

O grupo passou pelas cidades de Surubim, Limoeiro, Goiana e Igarassu, respectivamente. "O paciente com necessidades especiais precisam de suporte diferenciado para o atendimento odontológico, com qualificação profissional especializada", explica o coordenador de Saúde Bucal da SES, Paulo César de Oliveira. Os atendimentos em saúde bucal são realizados, em sua maioria, nos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs), na atenção primária, de competência dos municípios. 

Durante as capacitações, a equipe também tratou os conceitos da equidade, ou seja, igualdade e isonomia no atendimento ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS). "Nosso ponto de partida é nos despir dos preconceitos individuais e reconhecer as singularidades desse público vulnerável, como as populações negras e LGBT, assim como a população com deficiência. Antes de tudo, é preciso oportunizar o acesso à saúde estabelecendo relações de cuidado específicas", ressalta Paulo César. Também foram discutidos, nos dias de caravana, estratégias para captação e gestão de recursos na área da saúde bucal.