O dia do Cirurgião Vascular é comemorado em 15 de agosto, data que também é conhecida como Dia V, ou Dia da Consciência Vascular, que chama a atenção sobre a importância das doenças que alteram a integridade dos vasos sanguíneos e acometem o sistema arterial, venoso e linfático. 

Aproveitando esse ensejo, a Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/Imip) relembra o seu pioneirismo no tratamento de varizes (problema vascular mais conhecido e que atinge 70% da população), com a técnica da Escleroterapia com espuma, entre outros tratamentos que oferece. 

Em Petrolina, a UPAE foi a primeira unidade de saúde a oferecer pelo SUS o tratamento, que é uma opção moderna e revolucionária. “Começamos a ofertar a Escleroterapia no início deste ano e acreditamos que ainda somos a única unidade de saúde pública da região a oferecer o serviço”, ressalta o coordenador médico, Elson Marques.

“O procedimento ao qual nos referimos é a Escleroterapia de Varizes com Espuma guiada por Ultrassom, que é minimamente invasivo e resolutivo. Ele usa a substância química polidocanol [que misturado com o ar vira uma espuma capaz de tratar as veias através de uma reação química], é feito no ambulatório, de forma simples, sem corte, sem anestesia, sem ocupar leito hospitalar e a um custo dez vezes menor do que uma cirurgia”, explica o cirurgião vascular, Severino Júnior.

Na UPAE, além da utilização dessa técnica, problemas vasculares também podem ser tratados com a cirurgia convencional. “Mas, a Escleroterapia, sem dúvida, veio para revolucionar, sendo capaz de tratar casos graves de varizes, inclusive com úlceras abertas e grande quantidade de vasos”, ressalta o especialista. 

“Nesse caso, nada melhor para comemorar a data do que divulgar que esse tipo de serviço existe em Petrolina e de forma gratuita. Acho essa uma grande conquista para ser lembrada no Dia do Cirurgião Vascular e da Consciência Vascular. Afinal, estima-se que 6 milhões de brasileiros sofram com varizes. Aproveitamos a oportunidade também para parabenizar os nossos especialistas na área e demais profissionais de Petrolina e região”, destaca o coordenador.

Para ter acesso ao tratamento, os pacientes devem seguir o fluxo normal de atendimento da Unidade. O primeiro passo é procurar o posto de saúde do bairro para uma avaliação e possível encaminhamento. A marcação da primeira consulta com o médico vascular é feita pela secretaria de saúde do município de origem do paciente. Vale ressaltar que a UPAE/Imip de Petrolina é a referência ambulatorial de especialidades para os sete municípios da VIII Gerência Regional de Saúde de Pernambuco.