Com o objetivo de reduzir os eventos adversos, a Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/Imip) está realizando agora em outubro treinamento sobre a importância das notificações para identificação de falhas, correção de processos e manutenção da excelência do serviço. A iniciativa visa a segurança do colaborador e do paciente, visto que as capacitações geram mais habilidades e aptidões para exercer a assistência à saúde com maior primor.

“O funcionário que é treinado de forma permanente erra menos, sente-se mais seguro, presta mais atenção às suas práticas e cai menos no automático”, ressalta a enfermeira gerente do Núcleo de Educação Permanente, Andreska Ferreira.

O Sistema Nacional de Notificação de Eventos Adversos é um dos módulos para notificação do Sistema de Notificação em Vigilância Sanitária (Notivisa) e foi desenvolvido para receber as notificações de eventos adversos que ocorrem com os pacientes durante a internação/atendimento do paciente em serviços de saúde.

Uma das maneiras de reduzir esse número e tornar a assistência mais eficaz e segura é adotar um modelo de notificação de incidentes. Trata-se de um registro dos erros e procedimentos equivocados que causaram algum tipo de dano ao paciente. “O que nós fazemos é incentivar a notificação como forma de corrigir o problema. Com as notificações podemos perceber onde está o erro e atuar na correção. Então, notificar é algo positivo e os profissionais não devem ter medo de fazê-lo”, garante.