A coordenadora geral da Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP) de Petrolina, Grazziela Franklin recebeu, na tarde de ontem (21), o seu primeiro exemplar do Livro Heróis da Saúde. A gestora é uma das embaixadoras e coautora. Grazziela esteve à frente do serviço nesses quase dois anos de pandemia e escreveu o capítulo “De menina sonhadora à gestora da saúde: Que história é essa?”.

A enfermeira faz parte do quadro da UPAE desde a sua inauguração, no dia 29 de julho de 2013. Já foi coordenadora de enfermagem e assumiu o posto de coordenadora geral há quase 3 anos. 

“Assumi a gestão geral da UPAE quase um ano antes do início da pandemia. Foram muitos desafios nesse período. É muita história para contar. Por isso, no momento em que recebi o convite aceitei de imediato. Tudo que vivemos e passamos precisava ficar registrado. Nós vivemos e fizemos parte da história”, ressalta sobre a experiência.

Também participaram como coautoras as enfermeiras Hilarine Novaes e Paloma Almeida, que durante a pandemia esteve como coordenadora do setor Covid. “Então temos a versão da coordenação geral, de alguém que atuou na assistência e de uma pessoa que coordenou o Covid. Não poderia ser melhor. Acredito que esse é o nosso maior legado, além, claro, de oferecer um atendimento de excelência à população e fazer a diferença no SUS. Temos muito orgulho da nossa história”, garante.

Grazziela fez questão de receber o exemplar na própria UPAE. “Este livro que recebo hoje é a materialização de um sonho. No futuro iremos relembrar as emoções que foram vividas, não só os fatos e dados em si. Escrevi esse capítulo com uma ânsia, de uma vez só, porque era muita coisa para falar presa na garganta. Sem dúvida, estou muito feliz e realizada. Principalmente por representar a UPAE neste capítulo da história”, acrescenta.

O livro foi entregue pelos diretores e sócios da Vale Editora, Leciane Lima e Rodrigo Ferreira, que já anunciaram uma trilogia. Na oportunidade, conversaram sobre os desafios ainda vivenciados no cenário pandêmico, a importância desse legado e novas parcerias.

“Estamos fechando o segundo capítulo e vamos para o terceiro dos Heróis da Saúde. Queremos mais profissionais da UPAE nos próximos projetos, pois essa parceria está só no começo”, finalizou Leciane já com gostinho de quero mais.