Durante as três primeiras semanas de agosto, a Escola de Governo em Saúde Pública de Pernambuco (ESPPE) realizou as atividades do primeiro módulo do

Curso de Especialização Lato Sensu em Saúde Pública, nas três turmas sediadas nas cidades de Salgueiro, Garanhuns e Recife.

As turmas fazem parte da segunda oferta da formação em saúde pública em parceria com a Rede Brasileira de Escolas de Saúde Pública (RedEscola), com duração de 13 meses e tem como objetivo formar sanitaristas éticos e politicamente comprometidos com o desenvolvimento do Sistema Único de Saúde (SUS). 

O fomento ao trabalho interprofissional e o desenvolvimento de Projetos de Intervenção são as principais apostas pedagógicas do curso, por meio do desenvolvimento de atividades colaborativas na realidade dos serviços aos quais os discentes estão vinculados, com vistas à articulação dos conteúdos e

das reflexões teóricas com a realidade vivenciada nos serviços. 

São discentes do curso 135 trabalhadores que atuam na gestão estadual, regional ou municipal do SUS em Pernambuco, nas 12 regiões de saúde.