A Diretoria Geral de Gestão Estratégica de Informações e Custos em Saúde, da Secretaria Estadual de Saúde (SES), promoveu, nesta quarta-feira (13.03), Oficina de Planejamento Estratégico Situacional. O foco da oficina foi a elaboração do planejamento das ações de gestão de custos hospitalares para o ano de 2019. A economia no âmbito de saúde envolve, entre outras funções, o desenvolvimento de metodologias relacionadas ao financiamento e aprimoramento da gestão de custo e melhoria dos processos de trabalho, buscando a eficiência da aplicação de recursos públicos na área. O evento aconteceu no Centro de Formação dos Servidores e Empregados Públicos do Estado de Pernambuco (Cefospe).

A Oficina de Planejamento contou com a utilização de metodologia expositiva dialogada aliada ao uso de recursos multimídia. “Para quem faz parte do Núcleo de Economia da Saúde (NES), essa oficina é fundamental para que possamos construir estratégias para o fortalecimento do programa estadual de gestão de custos hospitalares. A partir do olhar e do conhecimento acumulado de cada NES-hosp escolhemos as prioridades que iremos trabalhar ao longo doa ano”, destacou a diretora geral de Gestão Estratégica da Informação e Custos em Saúde da SES, Inês Costa.

Participaram da oficina de elaboração do planejamento estratégico de 2019, os integrantes dos Núcleos de Economia da Saúde Hospitalares das unidades estaduais de Caruaru (Hospital Regional do Agreste e Hospital Jesus Nazareno); Goiana (Hospital Regional Belarmino Correia); Garanhuns (Hospital Regional Dom Moura); Salgueiro (Hospital Regional Inácio de Sá) e Região Metropolitana do Recife (Hospital Correia Picanço,  Hospital Agamenon Magalhães, Hospital Barão de Lucena, Hospital da Restauração, Hospital Otávio de Freitas e Hospital Ulysses Pernambucano,  Diretoria Geral de Assistência Farmacêutica da SES, Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (CISAM) e PROCAPE.

Núcleo de Economia da Saúde (NES-PE) - Promove a disseminação das ações de Economia da Saúde nos estados e em municípios, com vistas a subsidiar os gestores locais no processo de tomada de decisão pela aplicação do conhecimento e das ferramentas de Economia da Saúde. Atuando nos seguintes eixos: Elaboração de estudos econômicos em saúde, implementação da gestão de custos nos hospitais estaduais sob administração direta, promoção da economicidade em compras de insumos e equipamentos para a saúde, apoio à gestão na elaboração e execução do orçamento da saúde.

Núcleos de Economia da Saúde (NES-Hosp) - Tem como principal atividade a gestão de custos, além de fomentar a prática de melhoria dos processos de trabalho nos hospitais apontando para a equipe gestora aspectos que podem qualificar as práticas desenvolvidas no hospital visando à melhoria da atenção à saúde prestada pelos usuários.