Cerca de 90 profissionais de saúde participam, nesta quarta-feira (26/11), do I Fórum de Debates sobre o Manejo Clínico da Doença de Chagas, que será realizado no auditório do Hotel Canariu’s, em Gravatá, a partir das 9h. O encontro marca o encerramento do processo de capacitação e atualização de profissionais da Atenção Primária em relação à doença, que teve início em setembro de 2013.

Ao todo, 720 profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) já foram capacitados desde o início do processo, que contou com a parceria do Ambulatório de Doença de Chagas e Insuficiência Cardíaca do Pronto de Socorro Cardiológico Universitário de Pernambuco (Procape). Durante as capacitações, os participantes conheceram o manejo clínico do paciente, o diagnóstico laboratorial e o fluxo de atendimento e tratamento da doença.

O combate à Doença de Chagas, em Pernambuco, vem sendo fortalecido desde o ano de 2011, quando passou a fazer do elenco das sete doenças negligenciadas prioritárias para o enfrentamento, no Estado, por meio do Programa Sanar. Com os dados relativos às notificações de triatomíneos positivos, foram definidos 31 municípios prioritários de oito Regionais de Saúde, nos quais as ações foram intensificadas, desde o controle do vetor até a realização de diagnósticos sorológicos em moradores da região.

 

 

Conteúdo Relacionado