A Secretaria Estadual de Saúde (SES) promove, nesta sexta-feira (24.02) e sábado (25.02), ações educativas para informar os pernambucanos e turistas sobre a febre amarela, doença que não é registrada em Pernambuco desde a década de 1930. As atividades serão realizadas no Terminal Integrado de Passageiros (TIP), na Várzea, e no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes - Gilberto Freyre, quando os terminais aeroportuário e rodoviário registram maior fluxo de passageiros. A ação terá foco na distribuição de 10 mil panfletos informativos sobre a doença, como é transmitida, sintomas, o que fazer em caso de suspeita e como prevenir. 
 
“Teremos apoio da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que saberá quais voos chegarão de locais onde já ocorreram casos. A abordagem pessoal, então, será estratégica e potencializada. A tripulação também notificará caso algum passageiro apresente sintomas durante a viagem”, explica a diretora geral de Informações e Ações Estratégicas em Vigilância Epidemiológica da SES, Patrícia Ismael.
 
Durante todo o Carnaval, outros 10 mil folhetos sobre febre amarela serão entregues às equipes educativas da Operação Lei Seca, que atuarão no trânsito e rodovias estaduais com a entrega do material. As 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres), unidades administrativas da SES, também receberão o mesmo quantitativo para entrega em polos carnavalescos no interior.
 
O QUE É: Doença infecciosa febril aguda causada por vírus pertencente ao gênero Flavivirus, família Flaviviridae, e transmitida por insetos Haemagogus ou Aedes aegypti no caso da febre amarela silvestre e febre amarela urbana, respectivamente. O Aedes aegypti torna-se capaz de transmitir o vírus da febre amarela 9 a 12 dias após ter picado uma pessoa infectada.
 
SINAIS E SINTOMAS: Febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, icterícia (a pele e os olhos ficam amarelos) e hemorragias (gengivas, nariz, estômago, intestino e urina).
 
PREVENÇÃO E CONTROLE: A única forma de evitar a febre amarela é a vacinação. Ela só é indicada para os moradores de Pernambuco que irão viajar para áreas que tenham recomendação para vacinar pelo Ministério da Saúde. É possível verificar no site do MS - https://goo.gl/kWbBGi.