A Secretaria Executiva de Vigilância em Saúde (SEVS), por meio do Programa Sanar de Enfrentamento às Doenças Negligenciadas, iniciou, nessa segunda-feira (03.06), o 1º Curso Básico de Vigilância de Doenças Relacionadas à Pobreza. O treinamento contará com a colaboração de técnicos do Ministério da Saúde. A primeira fase da capacitação seguirá até a próxima sexta-feira (07.06). Já a segunda fase acontecerá de 17 a 21 de junho. 

O curso é voltado para profissionais de vigilância em saúde das 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres) e do nível central da SEVS. Durante a capacitação, os técnicos discutirão os pontos principais sobre a vigilância das doenças negligenciadas e relacionadas à pobreza em Pernambuco. 

SANAR - A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) vem desenvolvendo desde 2011, por meio do Pacto pela Saúde, o Programa Sanar, que tem como objetivo reduzir ou eliminar enquanto problema de saúde pública as seguintes doenças transmissíveis negligenciadas: tuberculose, hanseníase, esquistossomose, doença de Chagas, leishmaniose, filariose, geo-helmintíases e tracoma. Pernambuco foi o primeiro Estado brasileiro a desenvolver um programa específico para enfrentamento dessas doenças.

Entre as estratégias desenvolvidas, destaque para a intensificação das ações de vigilância e controle da tuberculose e hanseníase, integradas à sífilis e focadas nas equipes de saúde da família, visando a detecção precoce e tratamento adequado das pessoas.