A Secretaria Estadual de Saúde (SES) reuniu, na tarde desta quarta-feira (10.10), integrantes do seu Comitê de Mobilização Social de Controle e Prevenção às Arboviroses. Participaram do evento secretários municipais de Saúde e coordenadores de Vigilância em Saúde das IV, VII e XII Gerências Regionais de Saúde (Geres), com sede em Caruaru, Salgueiro e Goiana, respectivamente. O objetivo do encontro foi apresentar a situação epidemiológica das arboviroses no Estado, além de apresentar um aplicativo que será utilizado, em breve, pelos agentes de controle de endemias (ACE) em Pernambuco. A ferramenta é utilizada pela Secretaria de Saúde do Mato Grosso do Sul, que cedeu a tecnologia para Pernambuco.

Segundo a gerente do Programa de Vigilância das Arboviroses, Claudenice Pontes, o aplicativo irá substituir os relatórios impressos das visitas domiciliares realizadas pelos ACE. Com isso, além de evitar a utilização de papel e a necessidade de digitação pós-visita, haverá maior agilidade na consolidação das informações. “Já temos um trabalho consolidado nos municípios de prevenção e controle das arboviroses. Com essa tecnologia, poderemos otimizar o trabalho das equipes municipais e melhorar a qualidade das nossas informações, essenciais para que possamos efetivar as políticas públicas contra o Aedes aegypti”, disse Claudenice Pontes.

Inicialmente, os 49 municípios que integram as IV, VII e XII Geres farão os testes da ferramenta. Para isso, todos serão capacitados em novembro. Além disso, um projeto-piloto será iniciado ainda neste mês de outubro em Vitória de Santo Antão para uso do aplicativo. “Essa ferramenta já está bem consolidada no Estado do Mato Grosso do Sul. Agora, poderemos concretizar mais um sonho e uma estratégia de prevenção e controle das arboviroses”, reforçou a secretária executiva de Vigilância em Saúde da SES, Luciana Albuquerque.

Após as capacitações, os ACE irão utilizar os aplicativos e haverá uma avaliação pelo Estado desse uso. Em seguida, com os ajustes necessários realizados, o Estado fornecerá smartphones para que o trabalho seja efetivado.