Desde março deste ano, a população do Sertão do Araripe conta com um Centro de Nefrologia funcionando no Hospital Santa Maria, em Araripina. O novo equipamento é resultado de assinatura de convênio entre a unidade de saúde com o Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES). Para manter a estrutura funcionando, o Governo do Estado investirá cerca de R$ 5 milhões por ano. O serviço, com capacidade para atender 150 pacientes, recebeu, na tarde desta quinta-feira (14.06), a visita do governador Paulo Câmara e do secretário estadual de Saúde, Iran Costa, que conferiram as instalações e inauguraram oficialmente o Centro. A SES também deu todo o apoio para que o hospital conseguisse a habilitação de funcionamento junto ao Ministério da Saúde (MS). 

"Esse é um pleito antigo da população do Sertão do Araripe, que contou com a determinação do governador Paulo Câmara para que pudesse começar a funcionar. Nós sabemos como é difícil a vida do paciente com hemodiálise. Agora, em torno de 150 pessoas terão a assistência de hemodiálise mais próxima de casa, sem precisar se deslocar para outras regiões. A qualificação do serviço no Hospital Santa Maria é um ganho enorme para os municípios da localidade", ressalta o secretário estadual de Saúde, Iran Costa. 

Os pacientes do Centro de Nefrologia de Araripina chegam ao serviço por meio da Central de Regulação Ambulatorial da SES. O serviço funciona nos três turnos (das 6h às 20h). Cada paciente passa pelo local três vezes por semana. Além da hemodiálise, um ambulatório, também referenciado, faz o acompanhamento de rotina desse público, ofertando consultas com nefrologistas, responsáveis por solicitar os exames necessários para acompanhamento dos pacientes. 

"Antes da inauguração do Centro de Nefrologia muitas pacientes precisavam se deslocar o Ceará para realizar a hemodiálise. Graças aos esforços do governador Paulo Câmara e do secretário estadual de Saúde, Iran Costa, demos um salto na humanização do atendimento. Sem dúvida, foi um grande ganho não apenas para o hospital, mas para toda a população", comemora a vice-diretora do Hospital Santa Maria, a assistente social Irmã Fátima Alencar. 

Atualmente, 5,1 mil pessoas fazem tratamento de hemodiálise em Pernambuco. As unidades estão espalhadas por todo o Estado, nas Regionais de Saúde do Recife, Limoeiro, Palmares, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Petrolina e, agora, Ouricuri. A SES ainda mantém aberto o credenciamento para unidades que tenham o interesse nas demais Regionais de Saúde: Afogados da Ingazeira, Serra Talhada e Goiana. É importante ressaltar que as unidades precisam seguir os parâmetros exigidos no edital, além de precisarem fazer o credenciamento junto ao Ministério da Saúde. 

Convênios - O compromisso do governador Paulo Câmara em qualificar a assistência à saúde no interior do Estado trouxe outros inúmeros benefícios ao Hospital Santa Maria. Desde 2015, início da gestão, o Governo de Pernambuco implementou na unidade 62 leitos para usuários do Sistema Único de Saúde (SES) da região. Deste, 40 são de retaguarda, 6 de saúde mental e 16 para a maternidade. Referência na rede obstétrica dos municípios da IX Geres, a maternidade atende pacientes encaminhados de serviços em Santa Cruz, Araripina, Ipubi e Trindade. "Graças ao convênio com o Governo Paulo Câmara, conseguimos ampliar o número de partos realizados na maternidade. Saímos de 140 partos para 280 partos por mês. Essas parcerias são essenciais para garantir maior qualidade de vida aos nossos pacientes", comenta a vice-diretora do hospital. 

Com 51 anos de atividades em Araripina, o Hospital e Maternidade Santa Maria realiza atendimentos de urgência, emergência, clínica médica, maternidade, clínica cirúrgica e clínica pediátrica. Em 2017, foram atendidas 47 mil pessoas na unidade. Por mês, são cerca de 3 mil atendimentos.