A médica pediatra Lilia Maria Cruz Gondim recebeu nessa quinta-feira (18.10/Dia do Médico), no Recife, a medalha São Lucas, concedida pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de Pernambuco (CREMEPE), Sindicato dos Médicos de Pernambuco (SIMEPE) e Associação Médica de Pernambuco (AMPE). A honraria é conferida aos médicos que se destacam no cumprimento dos preceitos éticos da medicina e na excelência dos serviços prestados à população. Também são pontuadas as ações de liderança e exemplo de luta pela melhoria das condições de saúde de um povo. 

Além de Lilia, foram condecorados os médicos Oscar Frederico Raposo Barbosa Júnior e Oyama Arruda Frei Caneca, que se juntaram aos mais de 140 agraciados ao longo dos últimos 50 anos.

A Dr.ª Lilia, como é conhecida por todos, trabalha no Hospital Dom Malan há quase 30 anos. Extremamente dedicada aos recém-nascidos da Unidade de Cuidados Intermediários Neonatais (UCI), costuma receber o reconhecimento diário de colegas e familiares dos pacientes. “Ela é um ser humano de luz, que tem dedicado sua vida a salvar a vida de centenas de bebês”, depõe a fisioterapeuta do setor, Juliana Benevides.

Para a diretora de Ensino e Pesquisa do HDM, Angélica Guimarães, a honraria é mais que merecida. “Lilia encontrou no serviço público uma forma de fazer o algo a mais. Tê-la em nosso quadro é um grande prazer e saber que um dos nossos profissionais conseguiu alcançar o maior prêmio dedicado a um médico em Pernambuco nos enche de orgulho”, reconhece.

De forma tímida, como lhe é característico, ela agradece: “O que a gente busca na vida não são ganhos materiais, mas sim poder exercitar diariamente o amor ao próximo. E o grande segredo para isso é ver o paciente além do seu adoecimento. Trabalhar em um sistema assistencial que apresenta condições longe de serem ideias, como o SUS, e poder fazer um bom trabalho através da escolha das melhores estratégias é o que nos dignifica. Então, o sentimento é de pura gratidão”.