O Gabinete de Enfrentamento à Covid-19 em Pernambuco autorizou as cidades do Agreste que integram a Macrorregião de Saúde II a reabrirem os serviços de alimentação, com 50% da capacidade e horário reduzido – de 6h às 20h – a partir da próxima segunda-feira (03.08). Na mesma data foi autorizada a reabertura das academias de ginástica, seguindo novos protocolos de segurança. A decisão representa o avanço das gerências regionais dos municípios de Caruaru e Garanhuns para a Etapa 6 do Plano de Convivência com a Covid-19.

Já a Macrorregião III – que tem como cidades-polo Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada – foi autorizado o avanço para a Etapa 5. Nessa área, serão liberadas também as atividades comerciais de venda e aluguel de automóveis, com 100% da carga, e os serviços de escritório, com 50%. A Macrorregião IV, composta pelos municípios próximos a Salgueiro, Petrolina e Araripina, permanecerão na Etapa 4.

“Os indicadores da Macrorregião II apresentaram queda tanto nas contaminações como na ocupação de leitos, o que vai permitir o avanço na próxima semana. Assim como uma parte do Sertão, que se mostrou estável nos números da Saúde, também avançará dentro do plano. Já nos locais onde ainda há uma tendência de crescimento nos indicadores monitorados, o Governo do Estado age mais uma vez com prudência e os mantém na mesma fase”, afirmou o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach.

Os municípios da Região Metropolitana do Recife (RMR) e das Matas Norte e Sul continuam na Etapa 6 do Plano de Convivência. Na Macrorregião de Saúde I, desde a última segunda-feira (27.07), os shoppings centers, antes autorizados a abrir das 12h às 20h, puderam ampliar o horário de funcionamento, passando a funcionar das 10h às 20h.

O Gabinete de Enfrentamento à Covid-19 em Pernambuco avalia continuamente os indicadores de saúde. Número de casos registrados, óbitos e pressão sobre a rede hospitalar são fatores fundamentais para o planejamento de combate à pandemia. A implantação de medidas restritivas específicas e a possibilidade de recuo das regiões na retomada das atividades econômicas são permitidas por meio dessa análise semanal.

Durante a coletiva de imprensa online realizada nesta quinta-feira, no Palácio do Campo das Princesas e transmitida pelo canal oficial do Governo de Pernambuco no youtube, o secretário de Saúde, André Longo, ressaltou o papel do Sistema Único de Saúde no enfrentamento ao novo coronavírus, lembrando que ainda é necessária a mobilização e o cuidado por parte de toda a população pernambucana. 

“Recentes estudos sobre abertura de leitos, tanto da Fiocruz, como do Conselho Federal de Medicina, reconhecem esse grande esforço e apontam claramente que nosso Estado ocupa posição de destaque no Brasil - fruto do compromisso da gestão e da maior mobilização de insumos, equipamentos e de recursos humanos da história da nossa saúde pública. Em cinco meses, foram mais de 2,6 mil leitos abertos pelo Governo do Estado e pelas prefeituras, em uma média de quase 20 novos leitos por dia, sendo 10 de UTI. Assim, também estamos mostrando a capacidade de resposta e a relevância do nosso Sistema Único de Saúde, provando para todos que, quando são dadas as devidas condições, o SUS responde de forma efetiva e qualificada, salvando milhares de vidas", destacou Longo.

O gestor também lembrou que, apesar da queda de casos, a sociedade precisa manter os devidos cuidados para evitar novos adoecimento . "Ainda temos um longo caminho pela frente e precisamos do esforço e da união de todos para este momento de convivência. Os indicadores são positivos e nos dão a condição de dar passos cautelosos, mas passos à frente no Plano de Convivência. Mas ressalto que o vírus continua entre nós, ele ainda contamina as pessoas. Precisamos continuar seguindo os protocolos das atividades que estão sendo retomadas e as orientações de distanciamento social, higiene, principalmente das mãos, e uso correto das máscaras, sempre cobrindo a boca e o nariz. Só assim, com o cuidado e a consciência de todos, nós poderemos retomar todas as atividades ao longo dessa caminhada”, finalizou.

Foto: Hélia Scheppa/SEI