Nesta sexta-feira (10/07) comemora-se o Dia Mundial da Saúde Ocular e em tempos de pandemia a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), por meio do Projeto Boa Visão, reforça os cuidados que se deve ter com os olhos.

Uma das principais dicas é evitar esfregá-los e se sentir vontade de coçar, esfregar ou ajustar os óculos, é recomendado o uso de um lenço de papel em vez dos dedos. Caso precise tocar nos olhos para administrar remédios, lavar primeiro bem as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos.

Nesse momento, o uso de óculos pode adicionar uma camada de proteção importante. Lembrando que os óculos não fornecem uma proteção de 100% mas, lentes corretivas ou óculos de sol podem proteger seus olhos de gotículas respiratórias infectadas.

Em caso de uma maior exposição, utilize os óculos de proteção específicos. Lavar com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienização com álcool em gel 70% é uma das recomendações principais, além de evitar tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. 

Conheça mais o Projeto Boa Visão

É uma iniciativa intersetorial entre a Secretaria Estadual de Saúde (SES), Secretaria Estadual de Educação (SEE) e o Laboratório Farmacêutico de Pernambuco (LAFEPE). O projeto tem como um dos objetivos propiciar condições de saúde ocular favoráveis ao aprendizado da população-alvo, melhorando o rendimento escolar dos estudantes do ensino público médio e fundamental, de forma a reduzir as taxas de evasão e repetência, bem como o desenvolvimento profissional de docentes e funcionários da rede.

A triagem de acuidade visual dos alunos é realizada no próprio ambiente escolar pelos professores e servidores das escolas que são capacitados e recebem informações sobre os principais agravos que acometem a visão. Nos casos suspeitos, os triadores podem encaminhar os estudantes para consultas oftalmológicas.

A partir de 2015, o Projeto Boa Visão passou por uma nova modelagem em articulação com a Diretoria Geral de Modernização e Monitoramento de Assistência a Saúde (DGMMAS-SES), sendo implantado em oito Unidades Pernambucanas de Atenção Especializada (UPAEs). A mudança proporcionou a interiorização das ações no estado, sendo as consultas ofertadas nas unidades de Limoeiro, Afogados da Ingazeira, Serra Talhada, Arcoverde, Belo Jardim, Caruaru, Garanhuns e Petrolina, de forma regular mensalmente. 

De 2015 a 2018 o projeto também desenvolveu ações paralelas em formato de mutirões em parceria com a Fundação Altino Ventura (FAV) e a ONG Norte americana OneSight nos municípios de Arcoverde, Salgueiro e Garanhuns, sedes das Regiões de Saúde. Desde a criação do Projeto Boa Visão até março de 2020, foram realizadas 113.040 consultas oftalmológicas e prescrição de 72.389 óculos corretivos.