A Gerência de Saúde Mental (Gasam) coordena as políticas públicas que visam ampliar e otimizar no Estado uma rede de ações e serviços, substituindo progressivamente os leitos em hospitais psiquiátricos (atualmente, são nove no Estado) por serviços comunitários. A rede psicossocial, hoje, é composta por 88 Centros de Apoio Psicossocial (CAPs), 54 residências terapêuticas, 90 leitos de desintoxicaçem hospitais gerais e 32 leitos de enfermaria psiquiátrica em hospital geral, além de alguns projetos de reinserção social por meio de atividades culturais e geração de renda (dezembro/2013).
 
Essa rede vem crescendo com a implantação de CAPs e serviços que possibilitem a ressocialização dos pacientes e o tratamento perto das famílias, em substituição ao modelo tradicional de longa internação.  São serviços municipais diversificados que atendem crianças, adolescentes, adultos e pessoas que apresentam algum tipo de sofrimento psíquico, seja decorrendo do uso abusivo de álcool e outras drogas ou por ter algum transtorno mental.
 
Em 2010, foi finalizado o processo histórico de transferência de 500 pacientes internados do hospital privado Alberto Maia para residências terapêuticas, para casa de familiares, dentro do processo de reinserção, e dois centros de desinstitucionalização (com 39 pacientes, atualmente, contando também com antigos pacientes da Comunidade Psicoterapêutica Nossa Senhora das Graças – abril/2013). Um dos maiores hospitais psiquiátricos do Brasil, o Alberto Maia não oferecia um tratamento voltado para reintegração social dos pacientes. Por sua assistência precária, desde 2004 tinha indicação para descredenciamento pelo SUS. Segundo estimativa do Ministério da Saúde , uma média de 12% da população,  necessita de algum tipo de acompanhamento em saúde mental na vida.
 
DROGAS – A Gerência de Saúde Mental também atua em projetos na área de álcool e outras drogas, como o crack. A pasta promove oficinas de redução de danos para capacitar os profissionais no atendimento desse público, retirando os estigmas relacionados. Há, também, a supervisão dos 11 Consultórios de Rua, dispositivos móveis em funcionamento em Olinda, Recife, Paulista, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e Cabo de Santo Agostinho. Com equipes multidisciplinares, cada Consultório fica responsável por visitar áreas de vulnerabilidade, promovendo redução de danos, acolhendo o cidadão, criando vínculo e diagnosticando qual o melhor serviço para referenciar aquele usuário.
 
Gerência de Saúde Mental
Gerente de Saúde Mental do Estado: João Marcelo Ferreira
Telefone: (81) 3184.0581 / 0583

Aplicativos

Nenhum documento para download encontrado.