Residência é uma modalidade de ensino de pós-graduação destinada aos profissionais de saúde, sob a forma de curso de especialização, por meio de treinamento em serviço. As atividades funcionam em instituições de saúde, sob a orientação de profissionais de saúde com qualificação ética e profissional. Ao todo, as residências possuem uma carga horária anual de 2.880 horas, podendo haver programas de 2 a 5 anos na área médica; e de 2 anos para as residências de outras áreas de saúde e multiprofissionais.

O estado de Pernambuco tem se destacado na região Norte-Nordeste enquanto polo formador de especialistas nesta modalidade por diversos motivos.  

 

*    De 2010 a 2014, houve aumento no financiamento de bolsas por parte do governo de Pernambuco (de 367 vagas, em 2010, para 570, em 2014), além da interiorização dos cursos.

 

*    Este aumento pode ser verificado pela ampliação de investimentos na formação: de R$ 27 milhões, em 2010, para R$ 47 milhões, em 2014.

 

*    Além disso, o Estado trabalhou na captação de recursos junto ao Ministério da Saúde, aprovando o financiamento de 93 bolsas de Residência Médica e 73 de Residência Multiprofissional, correspondente a R$ 10 milhões anuais por meio do Pró-residência.

 

*    O Estado aumentou em 81% o número de vagas residência médica desde 2008.

 

Nos últimos anos, também houve a implantação de novos programas de residência médica, como nas áreas de radioterapia, hepatologia, cirurgia de cabeça e pescoço, medicina nuclear e neurologia pediátrica.

A SES também vem ampliando a oferta de vagas de residências multiprofissionais. Foram 131 novas vagas, em áreas como saúde da mulher, saúde do idoso, atenção ao câncer, reabilitação física e clínica especializada, saúde bucal, saúde coletiva, urgência e trauma, entre outras.

 

* Para obter os informes de rendimento, clique AQUI

 

 

Serviço

Telefone: (81) 3184.0035