Com menos de dois meses no ar, o novo portal da Saúde comemora a marca de 152.351 mil visitas únicas, no período de 17 de novembro de 2010 (quando foi lançado) a 11 de janeiro de 2011. Depois de passar por uma reformulação no layout e no conteúdo, o site da Secretaria Estadual de Saúde (SES) (www.saude.pe.gov.br) tornou-se mais completo para os funcionários e para a população.

O endereço é monitorado agora pelo Google Analytics, uma das ferramentas gratuitas mais usadas na obtenção de informações sobre acessos dos sites. O serviço permitiu à Superintendência de Comunicação da SES, responsável pelo projeto, constatar o alto número de visitas. Uma média de 4 mil pessoas acessam a página da Saúde de Pernambuco diariamente. “Esse é um excelente nível de acessos, que durante anos quisemos saber, porém o site antigo não dispunha da ferramenta de contagem e análise. É resultado de uma boa produção de conteúdo, da facilidade de navegação e também da integração às redes sociais”, diz Thiago Nunes, superintendente de Comunicação da SES.

Em média, os internautas passam 1,5 minuto no portal e visitam duas páginas. As estatísticas mostram que o cidadão já conhece o endereço www.saude.pe.gov.br, pois 80% dos usuários entram no site indicando o domínio direto do navegador. Os mecanismos de buscas trazem quase 14% do total de visitas para o site, com termos buscados como "SES PE" e "Secretaria de Saude PE". Cerca de 5% dos usuários visitam o espaço virtual da Saúde vindos de outros sites.

Um dado curioso é que, depois do Recife, a cidade cujos internautas mais se interessam nas ações da SES é o Rio de Janeiro. Cerca de 700 visitas mensais são originadas na cidade, quase o mesmo número dos acessos originados na cidade pernambucana de Floresta (outra informação curiosa). São Paulo e Fortaleza são, respectivamente, terceira e quarta cidades entre as que mais rendem visitas.

Depois da página principal, o link mais acessado dentro do site é a seção "Intranet", onde estão alguns serviços para os servidor, como o webmail da SES, sistemas de informação do Mãe Coruja, informações em saúde e demonstrativo de frequência dos residentes. “Utilização por parte dos funcionários é intensa e o site é hoje a principal forma de integração e difusão da informação internamente, a ponto de tornar os jornais institucionais impressos, filipetas e murais absolutamente obsoletos, além de caros e de sujar o ambiente”, acrescenta Thiago. Nos últimos 30 dias, a notícia mais acessada foi a puxada pela chamada "Antônio Figueira é o novo secretário de Saúde", vista por mais de 1,2 mil internautas.