CENTROS DE TESTAGEM DA COVID-19

Pernambuco conta com quatro centros avançados de testagem para Covid-19  sob gestão estadual que atendem pessoas com sintomas sugestivos da doença, além dos contatos com casos confirmados, independente de apresentarem sintomas. Eles estão localizados no Centro de Convenções de Pernambuco (Cecon), em Olinda; Centro de Formação dos Servidores e Empregados Públicos de Pernambuco (Cefospe), Geraldão e na sede da Secretaria de Educação e Esportes, todos no Recife - o último é exclusivo para os profissionais da educação e seus contatos no ambiente domiciliar e laboral.

No Cecon e no Geraldão, o atendimento é feito de forma espontânea, ou seja, sem agendamento, das 8h até a capacidade de 500 exames, em todos os dias da semana, inclusive sábado e domingo. No Cefospe, a marcação é via Atende em Casa (app para sistema Android ou pelo www.atendeemcasa.pe.gov.br). Na Secretaria de Educação, de segunda a sexta, com marcação também pelo Atende em Casa.

Para a população que realizou a testagem nos centros sob gestão estadual, o resultado pode ser acessado no meuexame.saude.pe.gov.br. Para verificar o andamento da amostra, o usuário precisará preencher, obrigatoriamente, alguns dados pessoais (nome completo, número de CPF e data de nascimento), a data da coleta e o número da requisição do exame, usado para cadastramento do serviço no Sistema Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL) - a informação é repassada pela equipe que faz a testagem.

O resultado do exame ainda pode ser solicitado, a partir do sétimo dia após a realização, pelos e-mails examegeraldao@gmail.com (Geraldão), coletacecon@gmail.com (Cecon), coletacefospe@gmail.com (Cefospe) ou coletaeducacao@gmail.com (Educação). O paciente deve encaminhar no e-mail o nome completo, data de nascimento, data do exame e CPF. 

Além disso, foi montada uma central de atendimento para envio dos resultados dos centros de testagem estaduais por e-mail ou telefone. A população pode entrar em contato com a central, também a partir do sétimo dia após o exame, pelo (81) 3184.0008 ou 3184.0012, de segunda a sexta, das 8h às 17h, evitando deslocamento até os centros de testagem.

AGENDAMENTO DE EXAME PELO ATENDE EM CASA - Por meio do aplicativo e do site www.atendeemcasa.pe.gov.br, é possível agendar a testagem da Covid-19 com dia, hora e local pré-determinados. A ferramenta está disponível para 149 municípios que fizeram a adesão à ferramenta, além de dois centros estaduais. A lista completa dos municípios que aderiram a esse tipo de agendamento está disponível no: https://bit.ly/304QoKK.

POSTO DE TESTAGEM

 Está em funcionamento um posto de testagem em massa para detecção de casos da Covid-19 no TIP (Terminal Integrado de Passageiros), na Várzea, Zona Oeste do Recife. A estação funciona de domingo a domingo, das 8h às 16h, acolhendo o público de forma espontânea. A proposta é testar tanto os transeuntes que passam pelo local, no embarque e desembarque dos coletivos intermunicipais e interestaduais, assim como os próprios funcionários do TIP.A iniciativa faz parte da estratégia do TestaPE, programa de vigilância do vírus que tem como um dos eixos a testagem da população em locais com grande circulação de pessoas.

BOLETINS EPIDEMIOLÓGICOS

Já os boletins epidemiológicos, desde março de 2020, podem ser acessados AQUI. No material de 2021 também consta, diariamente, o balanço da vacinação contra a Covid-19. 

***

ATENDE EM CASA

Parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura do Recife, o Atende em Casa, aplicativo para celular com sistema android ou com acesso pelo www.atendeemcasa.pe.gov.br, realiza teleorientação, teleassistência e teleacolhimento aos pernambucanos suspeitos ou vitimados pela Covid-19.

O serviço de teleorientação está disponível para 178 municípios que aderiram à iniciativa. Isso significa 96% do território do Estado e 98,5% da população - 9,4 milhões de pessoas.

Pelo Atende em Casa, o usuário, após o cadastro de informações mínimas, é direcionado para um questionário que permite a avaliação inicial do quadro de saúde a partir de perguntas sobre seus sintomas. Em seguida, uma classificação de risco é realizada pelo sistema, na qual o usuário recebe orientações necessárias para sua situação ou é encaminhado para uma teleorientação com um profissional de saúde. A teleorientação busca acolher o usuário em sua experiência de adoecimento, confirmar as condições e sintomas referidos no questionário e orientar sobre os cuidados necessários a cada classificação de risco (por exemplo, informar sobre os procedimentos de isolamento domiciliar ou como proceder o encaminhamento ao serviço de saúde mais adequado para sua situação).

A lista completa dos municípios que aderiram ao aplicativo para teleorientação está disponível no https://bit.ly/2DKYuzA.

TELEACOLHIMENTO

Também há, pelo Atende em Casa, oferta de apoio emocional para os profissionais de saúde e população em geral. Durante o teleacolhimento, a equipe multiprofissional do serviço busca identificar as principais situações enfrentadas pela sociedade durante a pandemia da Covid-19: angústia, medo, ansiedade, violência, problemas financeiros, luto e automedicação. Os profissionais podem encaminhar o usuário para a Rede de Atenção Psicossocial (Raps) do Estado; para a rede de proteção a pessoas vítima de violência; ou para equipe de referência diária – para aqueles usuários que necessitem de continuidade do atendimento por psicólogo ou psiquiatra da rede de retaguarda.